A Voltalia amplia a sua área de atuação inaugurando um novo parque eólico no Nordeste

A empresa francesa Voltalia inaugurou no dia 29 de junho o novo parque eólico Vamcruz, na região da Serra do Mel (Rio Grande do Norte), com uma capacidade total de 93 MW, suficientes para fornecer energia a 200 000 famílias.

Na quarta-feira dia 29 de junho, o novo parque eólico Vamcruz foi inaugurado pela empresa francesa Voltalia, na região de Serra do Mel, Rio Grande do Norte.

JPEG

O parque eólico Vamcruz fornece energia elétrica a 200 000 famílias

Construído pela Voltalia (26 %) em parceria com a construtora brasileira Encalso (25 %) e com a filial Chesf da Eletrobras (49 %), o parque eólico Vamcruz representa um investimento de 500 milhões de reais (141 M Euros) e tem 31 torres eólicas de cimento (produzidas pela empresa espanhola Acciona). Com 120 metros de altura, cada torre tem capacidade de geração de energia de 3 MW, ou seja uma capacidade total de 93 MW, suficientes para fornecer eletricidade a 200 000 famílias.

Robert Klein, diretor da Voltalia Brasil, orgulhoso com a inauguração, declara: "Conseguimos entregar este parque eólico dois meses antes da data prevista, respeitando perfeitamente o orçamento previsto" e continua, "com a Vamcruz, estamos trabalhando no complexo de Serra Pará, que está em fase final de construção e que deve começar a produzir energia até o fim deste mês. A alguns quilômetros daqui, na Vila Acre, iniciaremos em dois meses a construção de um novo parque eólico. Não estamos parados, estamos avançando!"

JPEG
José Carlos de Miranda Farias (Chesf), Robert Klein (Voltalia), Roberto Miller Torres (Encalso Damha) e Fabio Bezerra de Oliveira (Prefeito de Serra do Mel)
>http://www.lesechos.fr/industrie-services/energie-environnement/0211098552951-eolien-le-francais-voltalia-au-coeur-des-grandes-ambitions-du-bresil-2012281.php]).
JPEG

Apostando no desenvolvimento sustentável

O produtor independente francês fornece atualmente ao Brasil 300 MW com dez parques eólicos já instalados, e fornecerá mais 126 MW com as instalações em construção, fazendo da Voltalia um participante importante no desenvolvimento do mix energético brasileiro. Hoje, mais de 9.000 MW da capacidade eólica do Brasil está instalada, produzindo o equivalente a 7 % da eletricidade do país, que ocupa o 8° lugar no ranking mundial do setor.

Entrevistado pelo jornal francês Les Echos, o diretor da Voltalia, Robert Klein, comentou a situação econômica atual: “Tudo não é sempre fácil. No contexto atual do Brasil, o lançamento de novos parques eólicos é uma grande vitória.”. Ele acredita que o Banco nacional de desenvolvimento (BNDES) continuará a apoiar o desenvolvimento dos projetos de energias sustentáveis. 15 % de toda a eletricidade produzida no Brasil já é de origem sustentável (sem contar a energia hidroelétrica), e agora o gigante latino-americano está se comprometendo a alcançar uma proporção de 20 % até 2024 ([fonte: Les Echos-

publié le 06/07/2016

haut de la page