Atentado contra a redação da revista Charlie Hebdo, 07 de janeiro de 2015

O Presidente François Hollande esteve no local do atentado cometido, em 07/01/15, contra a revista Charlie Hebdo, durante o qual 12 pessoas foram assassinadas, e declarou ser um ato terrorista de excepcional barbárie. Ele declarou ainda que “nenhum ato bárbaro conseguirá, jamais, calar a liberdade de imprensa. Nós somos um país unido que saberá reagir e impedir isso”.

A França, há muito, está empenhada na luta contra o terrorismo em todas as suas formas e onde quer que seja. Esta tragédia, que infelizmente não é a primeira nem na França, nem no exterior, só faz fortalecer a determinação da França em sua luta contra o terrorismo. As terroristas tem atacado um pilar da democracia: a liberdade da imprensa.

A França agradece muito a mensagem de solidariedade da Presidente Dilma Rousseff em nome da nação brasileira e as outras muitas mensagens de apoio já recebidas.

A Embaixada da França em Brasília hasteou a bandeira francesa a meio-mastro como todos os prédios oficiais franceses.

O Ministério dos Assuntos Estrangeiros e Desenvolvimento Internacional em Paris tem pedido às embaixadas e ao pessoal diplomático e consular no exterior para reforçar a sua vigilância.

O Presidente francês fez um pronunciamento, ao vivo, em 07/01/15.

publié le 26/01/2015

haut de la page