Criação do programa "cátedras francesas na UERJ"

Na quarta-feira, 11 de setembro, um acordo de cooperação entre a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e a Embaixada da França no Brasil foi firmado para a criação do programa « Cátedras Francesas na UERJ ».

JPEG

O Embaixador da França, Denis Pietton e o Reitor da UERJ, Ricardo Vieiralves de Castro, expressam sua satisfação pela assinatura do acordo de cooperação.

Considerando-se as importantes relações entre a Embaixada da França no Brasil e a UERJ, as duas instituições decidiram implantar o programa « Cátedras Francesas na UERJ ».
Este programa é destinado a favorecer a vinda à UERJ de professores de excelência em suas disciplinas. Esses professores permanecerão na UERJ por períodos de curta duração, no âmbito do Programa de Professor Convidado Internacional com o objetivo de fortalecer o desenvolvimento da pesquisa, de masters, doutorados e pós-doutorados da Universidade.

Durante a cerimônia de assinatura, o Reitor da UERJ, Ricardo Vieiralves de Castro, lembrou o vínculo histórico que une o Rio de Janeiro à França e o interesse muito forte dos estudantes em relação às universidades francesas. Em sua primeira visita a uma universidade brasileira, o Embaixador da França, Denis Pietton declarou-se orgulhoso de assinar esse acordo de cooperação e otimista quanto ao futuro das relações entre a UERJ e o meio acadêmico francês.

A Adida de cooperação para a ciência e tecnologia do Consulado Geral da França, Florence Puech também se mostra confiante « agora é preciso trabalhar em parceria com nossos colegas brasileiros para que esse programa se torne conhecido junto aos professores das instituições francesas. Mas não tenho dúvidas de que receberemos numerosas candidaturas » .

A história da UERJ começou em 1950 com a fundação da Universidade do Distrito Federal (UDF). Ao longo dos anos, a Universidade cresceu, fundindo-se com outras faculdades e se impôs como uma das grandes universidades do país. A preocupação da Universidade em termos de responsabilidade social é pioneira na implantação de serviços, de programas e de políticas que visam à redução das desigualdades.

Muito implicada na pesquisa, ela melhora a cada ano suas infraestruturas, instala novos laboratórios, cria novos grupos de pesquisa.

Baixar a chamada de propostas :
PDF - 189.8 KB

PRAZO PARA INSCRIÇÃO : 15 de novembro de 2013

publié le 18/09/2013

haut de la page