Diário de um estudante brasileiro na França #VemComigo!

Todos os meses, cada participante nos envia fotos ou vídeos contando sobre a nova jornada de estudos na França. Todo o material é postado em nosso Facebook. Agora podemos acompanhar de perto todas as descobertas e as experiências de um estudante brasileiro na França em um único lugar: #VemComigo!

Tatiana Abreu: "Uma das minhas maiores motivações em estudar em Paris é ter um novo olhar para buscar soluções para o Brasil!"

A carioca faz pós-graduação de Ciências Políticas na Université de Versailles-Saint-Quentin

Post 1:
Quem fez a abertura do quadro de correspondentes brasileiros na França, foi a carioca Tatiana Abreu:

Post 2:
Por conta da conferência mundial pelo clima, a COP21, empresas francesas apresentaram soluções práticas de mobilidade e inovação.

Hoje, caminhando pela região do Rio Sena (Berges du Seine) — local de diversão para crianças e adultos — me deparei com duas iniciativas muito legais: a primeira é um projeto de ’transporte inteligente’ sobre trilhos; e a outra, sobre uma estação de trabalho eco-sustentável ao ar livre. O primeiro projeto garante transporte 24 horas e ininterrupto, pois o veículo se transporta somente quando há passageiros e seria automaticamente substituído por um outro a cada vez que parte da uma estação, ou seja, não há tempo de espera longo e nem perda com veículos ociosos. Já o segundo projeto (que vi), pretende facilitar a mobilidade de quem trabalha, fomentar a ocupação do espaço público, otimizando os recursos energéticos.

Profitez bien et bonne semaine!

JPEG

Post 3:
Aqui em Paris quem me leva todo dia pra faculdade é a SARA e eu volto com a ELBA. Bom, minhas novas amigas? Na verdade esses são os nomes dos trens que me levam todo dia para uma viagem de, em média, 40 minutos para a cidade de Saint-Quentin, que fica a 10 minutos do famoso Château de Versailles. A viagem é feita em trens de dois andares e a vista é incrível: muito verde e cidades charmosinhas ao redor de Paris. Engraçado que para os parisienses, 40 min de trem ou metro é considerado trop loin (extremamente longe) pra uma viagem diária [sic]. Bom eu não reclamo: trens na hora, intervalos de 20 min e poder sair de qualquer ponto de Paris e chegar no destino usando este tempo pra estudar. Pour quoi ne pas être contente? (Por que não ficar feliz?)

JPEG

Post 4:
Estamos no Outono e por aqui ainda é possível apreciar o solzinho em um dos parques de Paris (...). O Bois de Vincennes e o Bois de Boulogne são os meus preferidos. Estão localizados nos extremos leste e oeste de Paris e são acessíveis por metro. Os dois parques contam com um lago, o que traz um ar mais bucólico ainda. As cores do outono realmente inspiram calma e como a natureza é perfeita! Um cenário propício à concentração e a leitura. Estes dois parques são imperdíveis a lazer ou a paisagem! Fica a dica! (...)

JPEG

Daniel Oliveira: "estudar na Gobelins é para mim a oportunidade de estudar numa das melhores, se não A melhor, escola de animação 3D do mundo!"

Ele faz pós-graduação em ’animação 3D’ na Gobelins, l’école de l’image

Post 1:
Daniel nos presenteou com este vídeo de tirar o fôlego, em um mirante com uma vista incrível da região e da cidade!

Post 2:
Imagina uma aula de ’animação 3D’ com o incrível professor francês Kristof Serrand? É o que o carioca Daniel Braga, nosso correspondente em Annecy, nos mostra no vídeo, feito em Gobelins:

Post 3:
Daniel Braga nos mostra um vídeo INCRÍVEL do Le château d’Annecy!

publié le 14/04/2016

haut de la page