Em maio na Maison

O loft cultural A MAISON, do Consulado da França, é o novo ponto cultural do centro do Rio. Eventos musicais, debates, gastronomia, poesia, literatura e toda quinta feira "as Quintas da Maison". Confira a programação do mês de maio!

3 de maio, 18h: lançamento do livro ’Jeanne Bonnot - uma vida entre guerras’, de Eliezer Moreira

JPEG

Sinopse:
A história da francesa Jeanne Bonnot pode ser exemplar para muitas mulheres no Brasil. Nascida em 1848 em Paris, ela viveu entre duas grandes guerras e acompanhou de perto momentos históricos como o nascimento da Comuna de Paris.
Sem realizar uma crônica genealógica dos Bonnot o livro "JEANNE BONNOT - uma vida entre guerras" nos apresenta uma extraordinária mulher que viveu entre a França e o Brasil, teve três casamentos, serviu de enfermeira durante a primeira grande guerra, além de criar uma grande família, deixando filhos, netos, bisnetos. Sem dúvida uma mulher à frente do seu tempo.

5 de maio, 19h30: Bate-papo com Rodrigo Braga - Imagem, ambiente, corpo e atitude artística

JPEG
Ilha do mar de Rodrigo Braga (2013)

QUINTAS DA MAISON: neste mês, o Estudio Madalena leva à Maison o artista visual Rodrigo Braga.

Rodrigo fará uma apresentação panorâmica dos trabalhos mais significativos de sua trajetória, mas dará ênfase às produções recentes, exibidas em instituições entre Rio e São Paulo nos últimos anos. Abordará, sobretudo, sua relação com a imagem técnica (fotografia e vídeo) para afirmação de obras que envolvem seu próprio corpo e sua ação no espaço, envolvendo matérias naturais, alterando paisagens e situações existentes, para a construção de universos ficcionais a partir de vivências reais in loco. Falando de sua experiência de criação sobretudo em viagens e residências, enfocará a construção fotográfica que nasce da observação e imersão no ambiente, levando a criações que se delineiam inicialmente em croquís a mão livre, passando pelo pensamento pictórico e composicional do frame, até se imbricar a linguagens como performance, escultura e Land Art/ Earth Art.

Sua apresentação se desenvolverá como uma conversa em que as questões e experiências dos participantes são importantes para o diálogo, principalmente para a confabulação de imagens que escapam à própria fotografia fixada.

Sobre Rodrigo Braga:

JPEG
Rodrigo Braga por Stefano Martini

Nascido em Manaus em 1976, logo mudou-se para Recife, onde graduou-se em Artes Plásticas pela EFPE (2002). Atualmente vive no Rio de Janeiro. Expõe com regularidade desde 1999 e em 2012 participou da 30a Bienal Internacional de São Paulo. Suas últimas exposições foram Agricultura da Imagem (galeria do BNDES, Rio de Janeiro, 2016) e Abrigo de Paisagem/ Veículo de Passagem (Paço das Artes, São Paulo, 2015).

Em 2009 recebe o Prêmio Marcantonio Vilaça - Funarte/MinC; em 2010 o Prêmio Marc Ferrez de Fotografia, em 2012 o Prêmio Pipa/MAM-RJ Voto Popular e em 2013 o Prêmio MASP Talento Emergente. Possui obras em acervos particulares e institucionais no Brasil e no exterior, como MAM-SP, MAM-RJ e Maison Européene de La Photographie - Paris.

10 de maio, 19h: Lançamento da plataforma Spicee + projeção ’Conspi hunter’!

JPEG

As 19h no Cinémaison, será exibido o filme ’Conspi Hunter’ (40 minutos) + debate com o diretor do filme, Thomas Huchon. A partir de 20h30, no loft cultural A Maison, coquetel e divulgação da plataforma Spicee!

Sobre Spicee:

Spicee é uma plataforma de vídeo documental 100% em HD, fundada por franceses. O conteúdo é vasto e tem por objetivo criar uma mídia ’high-end’ que leva você a um nível mais avançado de reflexão factual. Os documentários são em francês, com legendas em inglês. Site oficial: spicee.com/fr

Sobre ’Conspi Hunter, como nós desvendamos os conspiradores?’:

Synopsis: A AIDS foi inventada pelos EUA para combater a revolução cubana nos anos 60. É por isso que os americanos impuseram um bloqueio na ilha’’. Verdade? Não. Argumento completamente falso. No entanto, milhares de pessoas têm ingerido esta teoria na rede. Por quê? Como? Este é o assunto de uma experiência incrível e reveladora do documentário.

12 de maio, 19h: Lançamento do livro "Génération Favela" de Marie Naudascher e Hélène Seingier

JPEG

QUINTAS DA MAISON: as autores Marie Naudascher e Hélène Seingier e o ilustrador Alexandre de Maio lançam o livro "Génération Favela".

Debates
Sarau de poesia
Apresentação de moda
Oficina de gastronomia

Com a presença dos personagens do livro: Viviane de Sales, Thainá Medeiros, Gilmara Cunha, Ana Paula Lisboa, Regina Tchelly, Ana Caroline Belo e Nadine Gonzales dos projetos Casa Geração, Favela Orgânica, Luta pela Paz, Papo Reto, Conexão G, Esquina Editorial e Rede da Juventude.

12 retratos de jovens das favelas cariocas e periferias paulistanas.

19 de maio: ciclo de palestras com o renomado chef francês Roland Villard, em prol dos projetos sociais da Solidariedade França-Brasil

JPEG

QUINTAS DA MAISON: Às 19h, na Maison, primeira das duas conferências do imperdível ciclo de palestras com o renomado chef francês Roland Villard, em prol dos projetos sociais da Solidariedade França-Brasil.

Confira, por exemplo, a história incrível que o chef nos contou durante o bate-papo online "Pergunte ao Chef Roland Villard!": https://www.facebook.com/events/409900932551278/

‪#‎VoceSabia‬ o "porque existem tantos pratos com ovo na culinária francesa"?

"Em 1870 a França passou por uma guerra com a Prússia. O exercito prussiano fechou a cidade e ninguém podia sair nem entrar de Paris. Como não tinha o que comer, o povo teve que comer até os animais do zoológico: elefantes, girafas, lobos...!

Existe até uma receita de gato recheado de rato, que foi servido no dia 25 de dezembro de 1870 no restaurante "Voisin", de Paris, com o vinho... Romanée-Conti!

Porém, era proibido matar galinhas porque elas produziam ovos! Um chef chamado Auguste Escoffier que trabalhou durante a guerra de 1870, precisou imaginar receitas diferentes a cada dia usando os ovos. Ovo meio cozido foi uma criação espetacular! O Auguste Escoffier é uma figura fantástica da historia da gastronomia francesa!"

Não perca!

26 de maio: Música no Museu com Chantal Mathieu

JPEG

QUINTAS DA MAISON: neste mês, Musica no Museu leva à Maison a harpista francesa Chantal Mathieu. este evento faz parte da programação do XI° RioHarpFestival.

publié le 06/05/2016

haut de la page