Grupo Lafarge em Santa Cruz

O grupo Lafarge inaugurou, no dia 26 de fevereiro, uma nova unidade de produção em Santa Cruz, na zona oeste. A instalação dessa nova unidade é o resultado de um investimento de 70 milhões de reais e deverá criar cerca de 50 empregos diretos e 170 empregos indiretos.

O grupo francês também anunciou a abertura de um centro de pesquisa no Rio Comprido.

JPEG

O grupo Larfargeinaugurou ontem uma nova unidade de produção em Santa Cruz zona oeste do Rio de Janeiro. O Governador, Sergio Cabral, o Cônsul Geral, Brice Roquefeuil , o Vice-Presidente de Operações Lafarge, Eric Olsen e o Presidente da Lafarge Brasil, Alexis Langlois, estavam presentes na cerimônia. A instalação da nova unidade é resultado de um investimento de 70 milhões de reais e deverá criar cerca de 50 empregos diretos e 170 empregos indiretos. A capacidade de produção deverá atingir 750 mil toneladas em 2015. O grupo francês também anunciou aabertura em junho de um centro de pesquisa no Rio Comprido .

JPEG
O Governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, cumprimenta o Cônsul Geral da França, Brice Roquefeuil (Foto Carlos Magno)

Quarta-feira, 26 de fevereiro, na zona oeste do Rio de Janeiro, em Santa Cruz, inúmeras autoridades políticas e importantes atores econômicos encontraram-se para comemorar ainauguração da nova unidade de produção do grupo Lafarge, líder do mercado mundial de materiais de construção.

A instalação é fruto de um investimento de 70 milhões de reais e irá criar mais de 200 empregos diretos e indiretos.

Durante a cerimônia Alexis Langlois,, Presidente da Lafarge Brasil comentou sobre essa nova etapa : " O Rio de Janeiro atravessa uma fase de crescimento acelerado, com muitos desafios e oportunidades para a indústria da construção, com a demanda de novas residências e obras de infraestrutura e também projetos de melhoria da mobilidade urbana. Lafargeparticipa deste momento, investe na ampliação de sua capacidade produtiva e na pesquisa."

A unidade de Santa Cruz ocupa cerca de 57 mil metros quadrados e está situada às margens da Avenida Brasil, o que facilita o aspecto logístico das operações. A capacidade de produção inicial é de 500 mil toneladas e deverá atingir 750 mil toneladas em 2015.

A fábrica propõe dois tipos de cimento da marca "Campeão" : o CPIII-40 RS utilizado em todas as etapas de pequenos e médios canteiros de obras e o CPII E-40 orientado para o consumo industrial.

Uma preocupação "verde"

O processo de produção não gera CO2 e não utiliza água industrial. O Vice-President de Operações do grupo Lafarge, Eric Olsen fez questão de destacar essa preocupação ecológica : "47% do cimento utilizado é reciclado. Nosso compromisso com a preservação do meio ambiente é real."

Leitmotiv da marca Lafarge se compromete a "construir cidades melhores", enquanto que, segundo nota da empresa, "até 2050, 70% da população mundial viverá em zona urbana (conforme um relatório da ONU publicado em 2011). No Brasil, a população urbana é superior em 84% (relatório Censo 2010) e o déficit de moradias é de seis milhões de domicílios (relatório do Ministério das cidades, 2008)." Eric Olsen afirma : "desejamos fazer do Rio uma cidade melhor. Nós acreditamos no Rio !"

No evento foi também anunciada a inauguração de um centro de pesquisa do grupo Lafarge em junho próximo no Rio Comprido.

JPEG
O Governador Sergio Cabral comemorou o investimento da Lafrarge no Estado do Rio (Foto Carlos Magno)

Parceiro do desenvolvimento regional

De fato, as autoridades locais presentes à cerimônia saudaram o impacto deste investimento sobre a economia local. O Presidente da Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, vibrou : "Viva Lafarge ! Nós, brasileiros, agradecemos aos franceses por terem apostado em nós!"

O Governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral, confirma a homenagem : "Os franceses são grandes investidores no Rio : Saint-Gobain, Nissan, Peugeot Citroën, Michelin... e, claro, nossa querida Lafarge! Esses investimentos irão permitir desenvolver o oeste fluminense e nos ajudar igualmente no processo de pacificação. Às vésperas do Carnaval, tenho até vontade de compor um samba em homenagem à Lafarge!"
Após apertar o botão de partida da cadeira de produção da unidade de Santa Cruz, o Governador se misturou aos novos empregados do grupo, recrutados na região de Santa Cruz.

JPEG
O Cônsul Geral Brice Roquefeuil, o Presidente da Lafarge Brasil Alexis Langlois, e o Vice-Presidente de Operações do grupo Lafarge, Éric Olsen, cercados pelos empregados da nova unidade Lafarge

Entre eles, Flavio Sales, controlador de manutenção, comentava : "investimentos como este ajudam Santa Cruz e seu entorno a se desenvolver cada vez mais. A população que mora na região é estimulada a ter uma formação para postular a um emprego."
JPEG
(Foto Marcelo Horn)
Lafarge no Brasil :

Implantado desde 1959 no Brasil, o grupo Lafarge é uma das principais empresas do país no setor de materiais de construção, e compreende marcas de cimento Mauá, Campeão e Montes Claros e de cimento armado Ultra Series, Artevia e Hydromedia. A empresa emprega cerca de 1800 pessoas e possui um parque industrial que se estende pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goias, Paraíba, Bahia e Pernambuco.

Lafarge no Mundo :

Líder mundial no mercado de materiais de construção, Lafarge emprega 64 mil pessoas em 62 países e registrou um total de vendas de 15,2 bilhões de euros em 2013.

JPEG
(Foto Marcelo Horn)

Fontes :

Releases Lafarge : http://www.lafarge.com.br/wps/portal/br/7_1-WCM_GLOBAL_CONTEXT=/wps/wcm/connectlib_br/Site_br/AllPR/2009/PressRelease_1393415221526/PR

Releases do Governo do Rio de Janeiro : http://www.rj.gov.br/web/imprensa/exibeconteudo?article-id=1978003

Ver o video realizado pelo Governador Sérgio Cabral ao lado dos empregados da nova unidade Lafarge : http://www.youtube.com/watch?v=UcKhz8amJJs

Ler também o artigo do site de atualidade Ecofinancas : http://www.ecofinancas.com/noticias/fabrica-cimento-inaugurada-santa-cruz

publié le 26/01/2015

haut de la page