Nota de falecimento do Sr. Romaric Sulger-Büel, antigo Adido Cultural da França no Rio

A Embaixada da França no Brasil e o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro tem o pesar de informar sobre o falecimento do Sr. Romaric Sulger-Buel, ocorrido no sábado 23 de janeiro de 2016 no Rio de Janeiro.

Tendo vivido no Brasil desde 1993, onde exerceu o cargo de adido cultural no Consulado da França no Rio de Janeiro até 1998, o Sr. Sulger-Buel foi um ator essencial no intercambio artístico entre a França e o Brasil. Tanto por sua estreita cooperação junto à Fundação Roberto Marinho como adido cultural e como produtor cultural, ele foi responsável pela organização de grandes exposições artísticas e patrimoniais que muito contribuíram com a democratização do acesso à arte e com o desenvolvimento dos laços entre os museus franceses e brasileiros.

Ele foi também um dos responsáveis pelos estudos de ampliação do Lycée Molière e um dos membros fundadores do teatro da Maison de France, ao lado do Sr. Michel Oyharçabal.

Participou ativamente da vida associativa, principalmente junto à associação Solidariedade França-Brasil.

Dedicou-se incansavelmente à defesa e à valorização do patrimônio histórico da cidade do Rio de Janeiro.

A Embaixada da França no Brasil e o Consulado Geral da França no Rio de Janeiro tem o pesar de informar o falecimento do Sr. Romaric Sulger-Buel, ocorrido no sábado 23 de janeiro de 2016 no Rio de Janeiro.

Tendo vivido no Brasil desde 1993, onde exerceu o cargo de adido cultural no Consulado da França no Rio de Janeiro até 1998, o Sr. Sulger-Buel foi um ator essencial no intercambio artístico entre a França e o Brasil. Tanto por sua estreita cooperação junto à Fundação Roberto Marinho como adido cultural e como produtor cultural, ele foi responsável pela organização de grandes exposições artísticas e patrimoniais que muito contribuíram com a democratização do acesso à arte e com o desenvolvimento dos laços entre os museus franceses e brasileiros.

Ele foi também um dos responsáveis pelos estudos de ampliação do Lycée Molière e um dos membros fundadores do teatro da Maison de France, ao lado do Sr. Michel Oyharçabal.

Participou ativamente da vida associativa, principalmente junto à associação Solidariedade França-Brasil.

Dedicou-se incansavelmente à defesa e à valorização do patrimônio histórico da cidade do Rio de Janeiro.

Condecorado pela Ordem Nacional do Mérito, o Sr. Romaric Sulger-Buel foi eleito Conselheiro Consular em 2014, sempre à serviço de nossos compatriotas.

Trabalhou ativamente em prol da amizade franco-brasileira, durante muitos anos de sua vida.

Seu corpo foi sepultado no Cemitério Jardim da Saudade.

JPEG

publié le 02/02/2016

haut de la page