O historiador Roger Chartier falando sobre "Traduzir o intraduzível"

No dia 1° de setembro, o historiador francês Roger Chartier estava na Maison para a palestra: "Traduzir o intraduzível: exemplos históricos, questionamentos contemporâneos”, com Guiomar de Grammont, escritora, curadora de eventos literários e historiadora.

Sobre Roger Chartier:

Nascido na França, Roger Chartier é um dos mais importantes historiadores do mundo, especialista na Historia dos Livros e da Leitura. Professor no prestigiado Collège de France, Directeur d’études na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales e Annenberg Visiting Professor na University of Pennsylvania.

Seus livros mais recentes em português são:
A mão do autor e a mente do editor, São Paulo, Editora UNESP, 2014, Cardenio entre Cervantes e Shakespeare. História de uma peça perdida, Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 2012; O sociólogo e o historiador, Belo Horizonte, Autêntica, 2011 (com Pierre Bourdieu); A história ou a leitura do tempo, Belo Horizonte, Autêntica, 2009; Inscrever e apagar. Cultura escrita e literatura (séculos XI-XVIII), São Paulo, Editora Unesp, 2007; Os desafios da escrita, São Paulo, Editora UNESP, 2002 e Do palco à página. Publicar teatro e ler romances na época moderna (séculos XVI-XVIII), Rio de Janeiro, Casa de Palavra, 2002.

JPEG

publié le 08/09/2016

haut de la page