Seminário « Mobilidade Urbana Sustentável :olhares cruzados sobre os desafios da região metropolitana do Rio de Janeiro"

O Seminário « Mobilidade Urbana Sustentável : olhares cruzados sobre os desafios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro » reuniu nos dias 17 e 18 de setembro especialistas da Île-de-France e atores-chave da metrópole brasileira. Esse evento, que atraiu uma centena de pessoas, veio coroar a primeira etapa da cooperação técnica entre a França e o Estado do Rio de Janeiro nos campos da mobilidade urbana e do desenvolvimen sustentável.

O seminário « Mobilidade Urbana Sustentável : olhares cruzados sobre os desafios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro» reuniu nos dias 17 e 18 de setembro especialistas da Île-de-France e experts brasileiros no assunto. O evento, que atraiu uma centena de pessoas, veio coroar a primeira etapa da cooperação técnica entre a França e o Estado do Rio de Janeiro nos campos da mobilidade urbana e do desenvolvimento sustentável.
JPEG
O teleférico da empresa francesa POMA no complexo do Alemão

Desde 2012, o Estado do Rio de Janeiro e a França mantêm uma cooperação técnica que conta com dois atores-chave da Região da Île–de-France : o Instituto de Ordenamento e de Urbanismo (IAU-îdF) e o Sindicato dos Transportes (STIF). Os intercâmbios abrangem os desafios maiores das grandes metrópoles que são oplanejamento estratégico e o ordenamento do território, a mobilidade urbana e a governança dos transportes. As ações de cooperação foram implementadas juntamente com a Agência Francesa de Desenvolcimento, em complemento ao apoio orçamentário do Estado (cerca de 300 milhões de euros) visando a dar suporte à sua política pública de mobilidade urbana.
.

Organizado no Palácio Guanabara do Rio, o seminário permitiu apresentar as principais conclusões e recomendações da cooperação aos agentes públicos e privados da região metropolitana do Rio de Janeiro (Estado, municípios, operadores), ao mesmo tempo em que permitia um debate com o público. As empresas e os parceiros franceses puderam também apresentar seu know-how particularmente em matéria de tecnologias inovadoras e de sistemas de transportes inteligentes. O balanço positivo dessa primeira fase abriu caminho para que as propostas concretas de prosseguimento e ampliação dessa cooperação fossem aprovadas pelo conjunto dos atores. A AFD apoiará essa nova etapa da parceria através da implantação de um fundo de perícia de de 0,5 milhões de euros.

fonte : Agência Francesa de Desenvolvimento

publié le 26/01/2015

haut de la page