Tapete Vermelho para o microcrédito em Cannes

JPEG
Ana Lucia da Silva e uma de suas criações

O último Festival de Cannes revelou um conto de fadas moderno. Desta vez, desfilando sobre o tapete vermelho, não estava mais uma atriz glamourosa ou uma cineasta intelectual, mas uma micro- empresária cheia de talento, Ana Lucia da Silva.

Esta brasileira de 36 anos recebeu o aval da Fundação Planet Finance e sua pequena empresa de costura em patchwork logo se tornou emblemática, representando todo um sistema de desenvolvimento econômico, o microcrédito. Em dezembro do ano passado, ela viajou para Paris para receber o prêmio dado a cada ano pela fundação para os melhores projetos da rede. No palco, Ana Lucia conta sua história e contagia o diretor executivo da Vivarte, um dos principais parceiros da Planet Finance. Foi ele mesmo quem fez questão que Ana Lucia estivesse presente na noite de gala organizada pelo Festival de Cannes. Uma oportunidade única para divulgar a ASTA, sua rede de mulheres micro-empresárias. Em meio ao glamour do Hotel Carlton de Cannes, Ana Lucia contou mais uma vez a sua história e falou sobre a sua experiência à frente do empreendimento feminino: «são as mulheres que transmitem os seus valores através da educação e mostram como é apenas pelo trabalho que podemos obter dignidade ».

JPEG
Ana Lucia emocionou os convidados da noite de gala no Hotel Carlton de Cannes, ao revelar suas esperanças e sonhos. Ao seu lado, Maud Chalamet

A Fundação Planet Finance foi criada por Jacques Attali após o encontro com o prêmio Nobel, Muhammad Yunus, fundador da Grameen Bank, pioneiro deste princípio. Em 2006, Planet Finance se estabeleceu no Brasil e Maud Chalamet tomou rapidamente a frente da fundação. Com entusiasmo ela fala sobre sua atuação: "Nós trabalhamos para a inclusão financeira. Oferecemos consultoria para as populações de baixa renda". A organização ajuda na verdade, as micro-empresas para que sejam aceitas nos programas de financiamento e crédito das instituições bancárias. "Nós oferecemos uma espécie de educação financeira, prossegue Maud, já que temos uma metodologia pré-definida que adotamos segundo o país em questão e sua real situação."

No Brasil, o microcrédito nasceu no começo dos anos 2000, o programa Crescer desenvolvido pela presidente Dilma Roussef possibilitou o acesso aos bancos nacionais (Banco do Nordeste, Banco Amazonas, Caixa Econômica e Banco do Brasil) e também aos bancos privados (Itaú e Santander).

A fundação desenvolve atualmente um novo projeto com o apoio da Comissão Européia de inclusão sócio-econômica, no que diz respeito às mulheres em situação de vulnerabilidade social. Em parceira com o Ministério da Justiça, e o Senac, o Senai, a ONG Gerando Vida e inúmeros organismos, Planet Finance propõe a cerca de 100 mulheres uma formação como técnica financeira e empresarial com dois anos de acompanhamento. "Uma espécie de coaching para novos projetos ou novas empresas, conta Maud Chalamet. Nós contamos com um financiamento da Comissão européia, mas procuramos mais parceiros, sobretudo entre as empresas francesas presentes no Brasil ." Fica lançado aqui o apelo!

Veja o release da Fundação Planet Finance sobre a noite de gala em Cannes : http://www.vecteurdimage.com/clients/Fondationplanetfinance/Bilan_Diner/CP_Bilan.html

Programa Crescer do Governo Federal :
http://www.mds.gov.br/falemds/perguntas-frequentes/superacao-da-extrema-pobreza%20/inclusao-produtiva-urbana/programa-crescer

publié le 14/06/2013

haut de la page