Visita de uma delegação da região francesa Nord-Pas de Calais no estado de Minas Gerais

A delegação da região francesa de Nord-Pas de Calais iniciou, nesta terça-feira (9/6), agenda de compromissos em Minas Gerais. Mineiros e franceses se encontraram na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, e debateram sobre os preparativos para a COP 21, Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas, que acontecerá em dezembro deste ano em Paris e contará com a presença de líderes de aproximadamente 190 países do mundo.

JPEG

O seminário "Minas Gerais e França, Rumo à COP 21: Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável" contou com a presença de representantes do Governo de Minas Gerais, da região de Nord-Pas de Calais, Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Embaixada da França e Consulado-Geral da França no Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espiritu Santo.

Minas Gerais e a região de Nord-Pas de Calais possuem estreitos laços de cooperação, firmados por meio de acordos que abrangem diversas áreas, entre elas ações em prol do meio ambiente. Nos últimos anos, a região de Nord-Pas de Calais tem auxiliado Minas Gerais na elaboração do Plano de Energia e Mudanças Climáticas.

A região Nord-Pas de Calais convidou a Enviro Consult, empresa de consultoria francesa que possui expertise internacional no tema, para elaborar o plano, que contemplou um amplo diagnóstico de vulnerabilidades regionais no contexto das mudanças climáticas.

JPEG

“A 21 COP é o principal evento direcionado a discutir o enfrentamento das mudanças climáticas. Esse encontro prepara Minas Gerais para ter um papel de destaque na conferência das Nações Unidas”, enfatizou o chefe da assessoria de Relações Internacionais do Governo de Minas Gerais, Rodrigo de Oliveira Perpétuo.

De acordo com Rodrigo de Oliveira, o Plano de Energia e Mudanças Climáticas está sendo discutido e será validado em breve. “Minas Gerais buscou a cooperação para trazer para o estado o que há de vanguarda no que diz respeito às mudanças climáticas”, salientou.

Entre outras medidas previstas, Rodrigo de Oliveira destaca a parceria entre o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e a AFD, que vai destinar recursos para que os municípios mineiros desenvolvam projetos relacionados à valorizção e preservação do meio ambiente.

Fonte : Agencia Minas

publié le 26/06/2015

haut de la page